Limpeza

Limpeza

terça-feira, 9 de abril de 2019

Osmar Filho visita bairros, dialoga com moradores e participa de encontro com cantadores de Bumba Boi

O vereador Osmar Filho (PDT), presidente da Câmara Municipal de São Luís, cumpriu, neste último fim de semana, uma extensa agenda de trabalho.
Osmar Filho participou de encontro com cantadores de Bumba Meu Boi.
O parlamentar esteve reunido, no sábado, com lideranças comunitárias dos bairros Santa Clara, Jardim América e Vila Riod, oportunidade na qual ouviu suas reivindicações e comprometeu-se em apresenta-las às autoridades competentes no sentido de torna-las ações concretas.
O pedetista acompanhou, ainda, as obras de construção da Praça das Amendoeiras, uma solicitação feita por ele ao governo do estado e prefeitura da capital. Os serviços, que estão avançados, também tornaram-se realidade graças a intervenção do deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB).
“Nosso mandato é participativo, popular. Constantemente, estou nas comunidades conversando diretamente com os moradores, ouvindo suas reivindicações e trabalhando, junto ao poder público, para que as mesmas sejam transformadas em novos benefícios”, disse o vereador.
Na Associação Atlética Banco do Brasil, no bairro da Forquilha, Osmar Filho participou, no domingo, participou de um café da manhã com cantadores de Bumba Meu Boi.

Por Luís Cardoso

Record ganha audiência ao trocar Sabrina Sato por Ticiane Pinheiro


Record
Ticiane Pinheiro à frente do “Troca de Esposas”; reality amplia audiência da Record aos sábados (Imagem: Reprodução / Record)
A Record substituiu o “Programa da Sabrina”, extinto no sábado passado (30), por reapresentações do “Troca de Esposas”. E o reality apresentado por Ticiane Pinheiro, embora tenha mantido a emissora na terceira colocação, obteve mais audiência do que a atração de Sabrina Sato.
Em seu primeiro sábado (6), o “Troca de Esposas” garantiu 6,4 pontos, acima dos 4,7 do último “Programa da Sabrina”, na semana anterior.
A série “Chicago P. D. – Distrito 21” ganhou força com a entrega do reality: de 2,7 no sábado passado para 4 pontos anteontem.Cabe lembrar também que a atração de Ticiane Pinheiro também tem se saído bem em seu horário principal: de 7,6 na estreia (14 de fevereiro) para 8,8 na última quinta-feira (4).
O sábado na Record contou também com o bom desempenho do “Cidade Alerta”, conduzido por Matheus Furlan. Das 16h44 às 19h45, o jornalístico marcou 8,4 pontos, com 10 de pico e 14% de participação no número de televisores ligados (share) – vice-líder com vantagem sobre o SBT, com 6 de média.
Também o “Jornal da Record” que, no último dia da semana, entra no ar logo após o “Cidade Alerta”. Das 19h45 às 20h29, o noticiário, então com o titular Celso Freitas e a eventual Janine Borba, consolidou 7,6 pontos, com 9 de pico e 12% de share; na mesma faixa, o SBT, em terceiro, ficou com 6.

RD1 -  Por Duh Secco

Ecopontos da Prefeitura contribuem para mudança de comportamento da população em relação a destinação dos resíduos

A política dos Ecopontos foi implantada pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior e tem contribuído para promover uma mudança de comportamento da população em relação à destinação final do resíduo doméstico

A- A+ 
Da Redação - Agência São Luís
Cidadãos fazem a separação dos resíduos que podem ser reciclados e entregam em um dos Ecopontos em funcionamentoIniciada há quase três anos, a política dos Ecopontos implantada pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior tem contribuído significativamente não apenas para garantir a limpeza da cidade, mas também para promover uma mudança de comportamento da população em relação ao manejo e à destinação final do resíduo doméstico. Antes, todo o resíduo domiciliar era disposto para a coleta. Hoje, muitos cidadãos fazem a separação dos resíduos que podem ser reciclados e entregam em um dos 11 Ecopontos já em pleno funcionamento em São Luís que já receberam mais de 23 mil toneladas de resíduos recicláveis ou passíveis de reuso.
"Os Ecopontos têm mostrado resultados significativos porque estão sendo implantados em pontos estratégicos pela cidade. São locais onde já havia a cultura do descarte irregular de resíduos sólidos. O que a gestão do prefeito Edivaldo tem feito, por meio da implantação dos Ecopontos e das ações de educação ambiental, é mostrar ao cidadão que existe uma maneira correta de fazer este descarte. Com isso, temos conseguido conscientizar a população a adotar atitudes sustentáveis, combatendo o descarte irregular na cidade e incentivando a reciclagem", destaca a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela.
Marlon Aurélio de Oliveira é morador do São Francisco, onde a Prefeitura instalou um Ecoponto em janeiro de 2018. No bairro, a coleta domiciliar é feita de forma regular diariamente no período noturno, mas desde que o Ecoponto São Francisco foi inaugurado ele separa o material reciclável e entrega no Ecoponto. "Antes tudo ia para o lixo, mas com o Ecoponto aqui no meu bairro eu faço a separação correta e trago para o Ecoponto tudo que não é levado pela coleta domiciliar", informa.
Quem também já organiza sua rotina de acordo com o Ecoponto do bairro é Luís Carlos de Sousa. Morador da Cidade Operária ele já incluiu o endereço do Ecoponto Cidade Operária – Unidade 101 no seu percurso semanal. "A gente passa a semana separando tudo que pode ser reciclado e no sábado pela manhã, antes de ir para o serviço, eu paro no Ecoponto para entregar o meu material. Não é nada demais. Custa cinco minutos do nosso dia e a gente ainda melhora a limpeza do nosso bairro", comenta.
MAIS DE 380 MIL PESSOAS SÃO BENEFICIADAS DIRETAMENTE 
Os Ecopontos instalados em região estratégicas da cidade beneficiam toda a população da capital e mais diretamente 380 mil moradores de 104 bairros de São Luís que vivem nos bairros onde os equipamentos estão instalados ou em bairros vizinhos. A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) está assentada sobre o conceito da responsabilidade compartilhada. O princípio é fazer da coleta seletiva e da reciclagem um compromisso conjunto do poder público, da população, das empresas, de organizações não-governamentais e das associações, para que todos entendam e exerçam seu papel para assegurar a destinação adequada dos materiais recicláveis. Esse compromisso passa por tornar a coleta seletiva mais acessível a todos e, em São Luís, ela é realizada por meio dos Ecopontos, garantido que os resíduos sejam corretamente encaminhados à reciclagem, em vez de acabarem ocupando espaços indevidos em aterros sanitários. 
NOVOS ECOPONTOS
Em São Luís, já são 11 Ecopontos em pleno funcionamento e o 12º entra em operação ainda este mês. Ampliando esta política, dois novos Ecopontos já estão em obras, o do Centro e do Itapiracó. Fechando a bateria de cinco novos Ecopontos que devem ser implantados ainda este semestre estão o do Sacavém e o da Vila Isabel. Outros Ecopontos estão sendo licenciados para terem as obras iniciadas. A meta do prefeito Edivaldo é encerrar a gestão com 30 Ecopontos em pleno funcionamento.
Para avançar ainda mais neste trabalho serão construídos ainda dois galpões de triagem para uso pelas cooperativas de catadores de materiais recicláveis, para quem são entregues todos os resíduos recicláveis descartado pela população nos Ecopontos, gerando emprego e renda e fortalecendo a economia. Já estão em obras o Galpão de Triagem do Ecoponto Centro, no Anel Viário, e em seguida serão iniciadas as obras do Galpão de Triagem do Ecoponto Vila Isabel, na área Itaqui-Bacanga.
Os onze ecopontos instalados na gestão do prefeito Edivaldo estão localizados nos bairros Parque Amazonas, Angelim, Bequimão, Habitacional Turu, Jardim América, Jardim Renascença, Residencial Esperança, Cidade Operária, São Francisco, Anil e São Raimundo.
CENTRAL DE ATENDIMENTO
Para saber onde fica o Ecoponto mais próximo de seu bairro, que tipo de materiais podem ser descartados e tirar outras dúvidas sobre estes equipamentos a população pode entrar em contato com a Central de Atendimento do Comitê Gestor de Limpeza Urbana no telefone 0800 098 1636.

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Cris Dias não tem contrato renovado e deixa Rede Globo

Jornalista fazia entradas diárias no "Bom Dia Brasil", com a saída dela, Carol Barcellos assume o quadro de esportes no telejornal



Cris Dias

Depois dos apresentadores Fernando Rocha e Mariana Ferrão, do “Bem Estar” não terem seus contratos renovados, a Globo também decidiu pelo desligamento da jornalista Cris Dias, que há 13 anos trabalha na emissora, nesta quarta-feira. Cris apresentou diversos programas esportivos da casa, entre eles, o Globo Esporte. Além de ter participado de coberturas importantes, como os jogos olímpicos da Rio 2016.

Na ocasião, Cris se envolveu em uma polêmica com William Waack, ao ser interrompida pelo colega ao vivo durante a transmissão do Jornal da Globo. Em entrevista ao portal “Uol”, ela disse que “não tem fama de barraqueira  à toa” e que a atitude foi necessária. Sobre a saída da Globo, a jornalista comentou que deixa a emissora com sentimento de gratidão, pois consolidou seu nome no esporte.

Cris fazia entradas diárias no “Bom Dia Brasil”, com a saída dela, Carol Barcellos assume o quadro de esportes no telejornal.



Informações Super Rádio Tupi

Equipamento cultural da Prefeitura de São Luís, Galeria Trapiche abre inscrições para Curso Intensivo de Olaria

O curso será facilitado por Uiran Oliveira e inicia na próxima segunda (8), com aulas até sexta-feira (12), das 14h às 17h

A- A+ 
Equipamento cultural da Prefeitura de São Luís, Galeria Trapiche abre inscrições para Curso Intensivo de OlariaJá pensou em decorar um ambiente com um objeto de argila que você próprio esculpiu? A Galeria Trapiche traz uma boa oportunidade para desenvolvimento do seu viés artístico com a abertura do Curso Intensivo de Olaria na próxima segunda (8), das 14h às 17h. A capacitação vai até sexta-feira (12) e será facilitada pelo artesão Uiran Oliveira. A Galeria é um equipamento de cultura da Prefeitura de São Luís, localizada em frente ao Terminal de Integração, na Praia Grande.
A diretora da Galeria Trapiche, Camila Grimaldi, destaca que o equipamento municipal de cultura contribui para a formação de novos artistas na cidade e torna este espaço disponível para a sociedade. "O Ateliê Trapiche é um dos projetos permanentes que dinamizam este espaço, nos tornando um ponto de encontro de artistas, em que o público não vem apenas observar uma exposição, mas vem desenvolver seus trabalhos dentro da Galeria", ressaltou.
O curso será facilitado por Uiran Oliveira, que traz em seu currículo mais de 25 anos de trabalho com argila. Durante o curso, os alunos irão aprender ou exercitar as habilidades  e também aprenderão a manusear o torno, usado para dar formas aos objetos e ornamentar as peças, produzindo uma obra completa. "É uma atividade profissional, mesmo que a pessoa ainda não tenha experiência, pois todos sairão com bagagem e poderão até utilizar como fonte de renda", destacou o professor.
O curso faz parte do projeto Ateliê Trapiche e está com inscrições abertas. As aulas serão ministradas na Galeria. Os interessados devem se inscrever pelo e-mail galeriatrapicheslz@gmail.com, enviando os seguintes dados: nome completo, idade, telefone. As vagas são limitadas e o investimento é no valor de 150,00. Pode participar qualquer pessoa a partir dos 14 anos, tendo experiência com olaria ou não.
PERFIL
Desde criança Uiran Oliveira observava as marcas no chão formadas com a argila natural e disso nasceu a vontade de trabalhar com olaria. Ao longo dos anos, desenvolveu trabalhos mais voltados ao social, envolvendo a comunidade. Foi professor de cerâmica durante 12 anos e realizou exposições em vários locais como a Casa do Maranhão, Morada Histórica, Sesc Deodoro, dentre outros.
Também no Sesc, deu início ao projeto 'Mãos que Transformam' de arte educação inclusiva, com alunos cegos – realizou três exposições individuais: 'Terroada' - 2003, 'Com Tato Visual' - 2004 e 'Noturno: Passaredo e Formas' - 2009. Recebeu por três vezes premiação no Concurso de Arte Efêmera da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).
Já participou na Europa de duas feiras internacionais (2001/2002 - Milão, na Itália e 2005/2006 - Hamburgo e Frankfurt, na Alemanha). Também participou da 10ª Feira do Livro de São Luís, com a exposição 'Sonhando Crianças', que reunia trabalhos desenvolvidos na comunidade do bairro Novo Angelim. Atualmente, desenvolve a função de Coordenador de Montagem da Galeria Trapiche.

terça-feira, 2 de abril de 2019

Doidão provoca Jerry Smith e leva um soco


Jerry Smith
Jerry Smith deu soco em fã no meio da plateia (Imagem: Reprodução / Instagram)

Parece que as coisas não andam boas para o lado do funkeiro Jerry Smith. Após realizar um show em Petrolina, no estado de Pernambuco, o cantor desceu e passou pelo meio do público, mas uma situação inusitada surpreendeu os fãs.
Enquanto passava por um corredor, Jerry se alterou e deu um soco em um rapaz que se agarrou em seu braço. Os seguranças do funkeiro interviram na briga. No vídeo que circula nas redes sociais, não é possível ouvir agressões verbais entre os dois.
Não demorou muito para que a assessoria do cantor se pronunciasse sobre o caso. “Jerry Smith lamenta muito o desagradável incidente ocorrido na noite de ontem em Petrolina, Pernambuco”, escreveram.
“No trajeto para o palco (360º) enquanto cumprimentava os fãs, um deles, alterado, agarrou o braço do cantor de tal forma que nem os seguranças conseguiram soltar. Quando sentiu que o seu pulso poderia virar, o músico reagiu sem pensar, para se proteger e se livrar de uma possível lesão visto que estava para iniciar o seu show!”, defendeu.


Por Liana Holanda RD1


Políticas públicas da gestão do prefeito Edivaldo promovem inclusão de crianças e jovens com autismo


Nesta terça-feira (2), Dia Mundial do Autismo, a gestão do prefeito Edivaldo contabiliza ganhos nas áreas da educação e da Assistência Social a partir de ações voltadas para pessoas com a deficiência e que são atendias na rede municipal

A- A+ 
Da Redação - Agência São Luís
Criança é atendida em uma das Salas de Recurso da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de São LuísMais igualdade com mais inclusão, prioridade da Prefeitura de São Luís na garantia de direitos às crianças e jovens autistas. A política inclusiva executada pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior garante mais eficiência na educação e assistência social contribuindo para a qualidade de vida destas pessoas. No Dia Mundial de Conscientização sobre Autismo - 2 de abril - a gestão contabiliza importantes iniciativas nessa área.
"A política de inclusão implantada em nossa gestão tem como objetivo garantir que todo cidadão sinta-se integrado à sociedade. Contabilizamos avanços e vamos prosseguir possibilitando que haja sempre mais inclusão e mais igualdade", pontuou o prefeito.A gestão obteve nos últimos anos um aumento significativo na promoção e oferta de serviços e acesso para crianças e jovens com deficiência ou altas habilidades.
A rede municipal conta atualmente com 70 escolas nos núcleos urbano e rural, equipadas com salas de recursos, totalizando 141 salas, para atender também os alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA). As ações são executadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Superintendência da Área de Educação Especial.
Nas salas especializadas de recursos é desenvolvido um trabalho educativo diferenciado com o apoio de professores, com a finalidade de estimular o estudante nas áreas em que ele tem mais necessidade, de forma que desenvolva habilidades que lhe possibilite um desenvolvimento maior na sala comum. Ao todo, mais de 1.200 estudantes são beneficiados com o trabalho desenvolvido pelo município na área da Educação Especial, destes, 395 são autistas.
"Um direito garantido por lei e uma prioridade no rol da política inclusiva do prefeito Edivaldo. A escola é um direito de todas as crianças e o ingresso de uma criança autista em escola regular, garantido em lei. A inclusão é uma bandeira desta gestão que a reforça com diversas políticas voltadas à Educação Especial", destaca o secretário de Educação (Semed), Moacir Feitosa.
A rede municipal conta ainda com equipe multiprofissional, que realiza atendimento pedagógico nas escolas, formada por pedagogos, assistente social, psicólogos, fonoaudiólogos e terapeuta ocupacional. Desde 2016, a gestão desenvolve o Projeto de Intervenção Pedagógica com Estudantes com Transtorno do Espectro Autista (PROJTEA). A iniciativa atende crianças com TEA no nível 3 – que têm comprometimento mais acentuado.
A política de inclusão da rede municipal de ensino foi reforçada com o lançamento de aplicativo especializado no desenvolvimento da comunicação e no processo de aprendizagem de estudantes com alguma deficiência que impossibilite a fala. As escolas da rede municipal disponibilizam ainda o serviço de acompanhamento itinerante, voltado para alunos autistas que apresentam grau mais severo do problema, que podem frequentar por mais tempo as salas de recurso.
"As iniciativas têm como intuito estimular o aluno autista e com outras deficiências, nas áreas que ele tenha mais necessidade, de forma que possa desenvolver suas habilidades e possibilitar a eles um desenvolvimento maior na sala comum", explica a superintendente da área de Educação Especial da Semed, Dalvina Aires. O atendimento aos alunos com TEA em grau mais elevado do transtorno é desenvolvido de forma experimental nas U.E.Bs. Neiva Moreira e Nossa Senhora Aparecida, ambas do Núcleo Turu-Bequimão.
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Coordenados pela Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), os Centros-Dia Adulto e Infantil são unidades especializadas de referência para pessoas com deficiência, que incluem autismo, assim como outras neuropatias. As atividades desenvolvidas permitem a convivência em grupo, cuidados pessoais, fortalecimento das relações sociais, apoio e orientação aos cuidadores familiares, acesso a outros serviços e a tecnologias que proporcionam autonomia e convivência.
"O serviço busca proporcionar às famílias mais autonomia nos cuidados, ajudando-os e orientando-os no desenvolvimento dos cuidados básicos, promovendo, ainda, ações de apoio ao fortalecimento de vínculos entre pais e filhos acometidos por alguma deficiência. Por determinação do prefeito Edivaldo trabalhamos no sentido de garantir a melhoria de vida dessas pessoas, oferecendo a elas dignidade, fortalecendo sua autoestima, além de oferecer um acompanhamento socioassistencial", destaca a titular da Semcas, Andréia Lauande.
As unidades contam com atuação de equipes especializadas composta de coordenadores técnicos, psicólogos, terapeutas e cuidadores promovendo atividades de lazer, educativas, culturais, autocuidado e de capacitação", disse Andréia Lauande. O Centro-Dia Adulto e Infantil funciona no Centro Educacional São José Operário, na Cidade Operária, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. A base infantil atende crianças até os seis anos.