segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Astro decreta luto na Câmara pela morte de João Chiador.

        Astro decreta luto na Câmara pela morte de João Chiador
 “Perdemos um dos sustentáculos da cultura popular do Maranhão. Muito marcante o nosso João Chiador, a exemplo de Coxinho, de Humberto de Maracanã e outros gigantes da nossa arte. Nossa cidade e nosso Estado estão de luto por essa grande lacuna que se abre no bumba-boi, que é a maior expressão da nossa cultura popular”.
Essas foram as palavras do presidente da Câmara Municipal de São Luis, Astro de Ogum, ao tomar conhecimento da morte do cantador  João Costa Reis, o João Chiador, ocorrida na tarde de domingo.
João Chiador teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC) no fim do ano passado e chegou a ficar vários dias internado no Hospital Carlos Macieira, em São Luís. Contudo, se recuperou e voltou para casa.
De acordo com Astro de Ogum, a arte de João Chiador é marcante e eterna. “Ele imprimiu o seu ritmo, através de sua  voz e de sua poesia. Estamos de luto e hoje não teremos sessão nesta Casa”, disse Astro de Ogum, ao ressaltar o talento de quem ele considera um dos maiores artistas populares do Maranhão.
João Chiador  foi amo do Boi da Maioba por 32 anos, e estava no Boi de Ribamar desde 1993. Ele é considerado um ícone do ‘Bumba Meu Boi’ do Maranhão por ter contribuído com a criação de toadas “Cidades dos
Azulejos”, “Nossa Senhora de Aparecida” e muitas outras.

Texto: Djalma Rodrigues

Programa “Asfalto na Rua” contempla bairros da área Itaqui-Bacanga


Prefeito Edivaldo vistoria obras de pavimentação do programa "Asfalto na Rua" na área Itaqui-BacangaO prefeito Edivaldo vistoriou, nesta sexta-feira (4), as obras de pavimentação realizadas por meio do programa "Asfalto na Rua", nos bairros Anjo da Guarda e Residencial Paraíso (Itaqui-Bacanga). O novo programa da Prefeitura de São Luís para restauração de vias da capital foi lançado na última terça-feira (1º) e avança pelas ruas da cidade. A ação tem como meta implantar mais de 100 quilômetros de asfalto na Ilha, até dezembro deste ano.
"Estamos acompanhando pessoalmente a execução dos serviços, para garantir a celeridade do trabalho e entregar o mais rápido possível essas obras de infraestrutura tão importantes e esperadas pela população. Continuamos, assim, nosso trabalho para restaurar áreas que por décadas estiveram relegadas ao abandono e que, agora, além de receberem serviços que lhes proporcionam um melhor aspecto urbanístico, garantem ainda mais dignidade à população", afirmou Edivaldo.
Acompanhado do vice-prefeito Julio Pinheiro e do secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo, o prefeito Edivaldo acompanhou os serviços executados nas ruas Argélia, no Anjo da Guarda; e nas ruas Girassol e Poço, no Residencial Paraíso, vias que há décadas sofriam os transtornos causados pela falta de infraestrutura urbana no local.
"Realizamos hoje vistoria dos primeiros serviços executados por meio do programa 'Asfalto na Rua', dando continuidade ao trabalho de restauração da malha viária da capital, passado o período rigoroso de chuvas que enfrentamos. O prefeito Edivaldo faz questão de acompanhar in loco o trabalho executado nos bairros porque a gestão tem compromisso e respeito com a coisa pública e visa à plenitude dos serviços implementados pela Prefeitura", observou o vice-prefeito Julio Pinheiro.

Segundo o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, nos próximos dias novos canteiros de obras do programa "Asfalto na Rua" serão abertos também nas ruas Argentina, Israel, Japão, Paquistão, Egito e Projetada, todas estas no Anjo da Guarda, e em vias de outros bairros da região, entre estes o Gancharia, onde serão pavimentadas as ruas Tancredo Neves, Três, 1ª, 2ª e 3ª travessas da Rua 3.
"Só no Anjo da Guarda e no Gancharia vamos implantar mais cinco quilômetros de asfalto, representando um grande passo na infraestrutura desses dois bairros", afirmou Antônio Araújo, acrescentando ainda que, concomitantemente, as obras do programa 'Asfalto na Rua' estão a pleno vapor também em outros setores da cidade, como no Cohaserma e Parque Shalom.
INFRAESTRUTURA
Em sua primeira gestão, o prefeito Edivaldo realizou o maior programa de urbanização de São Luís, com obras de infraestrutura urbana estruturantes, entre as quais, recapeamento asfáltico, implantação de novas vias e construção e ampliação de redes de macro e microdrenagem, alcançando dezenas de bairros e impactando na melhoria das condições de vida de centenas de milhares de famílias.
O programa "Asfalto na Rua" soma-se também ao conjunto de obras de urbanização executados na primeira gestão do prefeito Edivaldo quando foram pavimentadas mais de 450 km de vias urbanas, alcançando mais de 100 bairros. O benefício vai além das melhorias do aspecto urbano em si, com impactos para a saúde pública, a mobilidade urbana e a autoestima dos cidadãos.
"Vejo que as obras estão avançando em ritmo acelerado aqui no nosso bairro e isso nos deixa felizes. A chegada do asfalto em nossa rua foi a realização de um grande sonho acalentado por todos nós, moradores, que há décadas aguardávamos por esse trabalho", relatou a dona de casa Neusa de Jesus Galvão, 76 anos, moradora da Rua Argélia, via do Anjo da Guarda contemplada pelo projeto.
"Eu já tinha até perdido as esperanças de um dia ver nossa rua asfaltada. Somente agora, após décadas de abandono, enfim, uma administração atendeu a nossas reivindicações por melhorias aqui", afirmou a aposentada Rosa Ferraz, 67 anos, também moradora da Rua Argélia, no Anjo da Guarda.
O pedreiro Edivaldo Souza, 32 anos, morador da rua Girassol, no Residencial Paraíso, enaltece os serviço iniciados na via. "Está ficando maravilhoso o trabalho aqui. É o fim de anos de transtornos que vivíamos em todo período chuvoso", relatou ele.
"As obras chegaram em muito boa hora. O período chuvoso danificou demais nossa rua. Ver os serviços sendo iniciados aqui nos trouxe um grande alento", observou a comerciante Jocilene Pereira, 50 anos, moradora da rua Argélia.

Astro sugere pacto pela regulamentação do Uber



s        Astro sugere pacto pela regulamentação do UBER em reunião na Câmara
 O presidente da Câmara Municipal de São Luis, Astro de Ogum, recebeu na manhã desta quinta-feira, em seu gabinete, a promotora de Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcanti, o presidente do Sindicato dos Taxistas, Renato Medeiros e outros  profissionais da área, onde iniciaram uma rodada de discussão em  torno  da regulamentação do aplicativo Uber na cidade, que tem um projeto nesse sentido apresentado na Câmara, de autoria do vereador Paulo Vitor, mas que ainda não entrou em pauta. Paulo Vitor também participou da reunião, defendendo seu ponto de vista.
 O aplicativo, na realidade, é um autêntico pomo da discórdia na capital maranhense. É proibido de atuar na cidade, por conta de uma lei municipal aprovada ainda no ano passado, de autoria da ex-vereadora Luciana Mendes. A proibição foi mantida pela Justiça, mas mesmo assim, algo em torno de  1.500 pessoas atuam utilizando a plataforma, provocando uma rota de colisão com os taxistas, que se sentem prejudicados.
Lítia Cavalcanti ressaltou, durante a reunião, ter conhecimento de que muitos ex-presidiários  utilizam o aplicativo e lembrou  o episódio envolvendo uma enfermeira da UPA do Parque Vitória, que chamou o serviço do aplicativo e, ao chegar em casa foi assaltada pelo condutor.
O vereador Honorato Fernandes, que esteve presente no início da conversa, afirmou que “ o Uber  já é uma realidade nacional e o que se precisa fazer é uma adequação, para regularizar o serviço, de forma que os taxistas não sejam prejudicados”.
Paulo Vitor defende emendas ao projeto de sua autoria, como forma de se apagar esse foco de incêndio.  Todos os participantes do encontro foram favoráveis à redução do número de operadores do aplicativo, hoje em torno de 1.500, para algo em torno de 600.
Ao encerrar a reunião, o vereador Astro de Ogum disse não concordar, de maneira alguma,  da forma como o aplicativo está sendo utilizado na cidade.
“Eles não pagam impostos, não respeitam as leis. A Câmara foi correta quando proibiu o serviço na capital e a Justiça agiu com extrema visão, quando manteve a nossa decisão. Defendo um pacto, envolvendo todos nós e a Prefeitura, através da SMTT, para que haja uma regulamentação que seja benéfica para todos os envolvidos, inclusive o usuário, já que temos conhecimento que os preços que eram praticados no início, já não são os mesmos”, afirmou Astro de Ogum.
Ficou acertada  outra reunião, em data a ser definida,  no sentido de que seja encontrada uma solução para o impasse, através de emendas ao projeto do vereador Paulo Vitor.

Márcio Jerry e Jefferson Portela juntos




Márcio Jerry, Jefferson Portela e Othelino Neto


O secretário de Comunicação Social e Assuntos Políticos do Maranhão, Márcio Jerry e o secretário de Segurança, Jefferson Portela, estiveram juntos, ontem (4), durante um evento em São Luís. A foto, em que ainda participa o vice-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto, coloca por terra os boatos de que a relação de Jerry e Portela estaria estremecida. Os dois são pré-candidatos a deputado federal pelo PCdoB.






Blog John Cutrim

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Prefeitura entrega cesta de alimentos do PAA para famílias do bairro João de Deus


Prefeitura entrega cesta de alimentos do PAA para famílias do bairro João de DeusO Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) – 2017, executado pela Prefeitura de São Luís, chega a sua 17º edição com a entrega de cestas de alimentos nesta quarta-feira (5), a famílias atendidas pelo Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) do João de Deus. Cerca de 200 famílias do bairro e adjacência receberam as cestas composta por verduras, legumes e frutas, totalizando mais de 20 itens adquiridos pela Prefeitura junto aos agricultores familiares da zona rural de São Luís.
O vice-prefeito Júlio Pinheiro representou o prefeito Edivaldo no evento que contou ainda com a presença da secretária de Segurança Alimentar (Semsa), Fátima Ribeiro e da superintendente de Transferência de Renda da Secretaria da Criança e Assistência Social (Semcas), Daniela Araújo.
"A Prefeitura tem buscado ampliar a capacidade do programa para que ele possa alcançar mais famílias da nossa cidade. Ao longo deste ano temos percorrido diversos Cras entregando as cestas e desta forma estamos combatendo a insegurança alimentar e fortalecendo a economia local com a compra dos alimentos diretamente dos produtores familiares da nossa capital", destacou o vice-prefeito.
Para Silvia Cristina Souza Soares, desemprega há vários meses, a cesta vem em muito boa hora. "A situação já não era fácil quando tinha um renda curta, agora mesmo que ficou complicada e o recebimento desta cesta representa muito para mim e para dois netos, genro e filha que moram comigo", disse Cristina Souza agradecendo o benefício que é resultado de parceria da Prefeitura com o governo federal por meio do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (MDES) e o Governo do Estado.
A titular da Semsa, Fátima Ribeiro, destacou, além da grande variedade de alimentos na cesta, o fato dos alimentos serem colhidos no mesmo dia da entrega pelos agricultores. "São alimentos de qualidade que estão sendo levados para a mesas dessas famílias", disse a secretária.


Grávida de oito meses do segundo filho, Glauciane Lopes Silva, também ficou feliz ao receber os alimentos. "Hoje tudo está muito caro e o dinheiro está curto, uma cesta como esta, onde temos a polpa de fruta, frutas e verduras fresquinha é muito bem- vinda", disse. "Os alimentos vão complementar a alimentação da família. Com eles dá para gente ter uma alimentação melhor, mais saudável, por vários dias porque é muita coisa", completou a aposentada Maria da Cruz Santos após receber a cesta.

Astro é o maior incentivador da cultura no Maranhão

Encerrado o período junino em São Luís, algumas reflexões que poderemos fazer para recolocar o nosso São João no roteiro dos principais festejos do país. De cara a gente conclui que falta incentivo público (refiro-me aos parcos recursos empregados) e a ausência das grandes empresas no aproveitamento das leis de incentivos culturais. Mas nos resta força, coragem, e abnegação do presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum, como incentivador do nosso folclore, das nossas diversidades culturais.

O Governo do Estado, acredito, gastou em um mês cerca de R$ 6 milhões para fazer o “São João de Todos Nós” na Grande Ilha. Concentrou a maior parte dos recursos no espaço da Maria Aragão, em parceria com a prefeitura da capital. Nada contra o local, mas deveria ter descentralizado melhor os recursos. Só com publicidade oficial, o governo gasta mais de R$ 6 milhões a cada mês.

Lotação no Arraial da Vila Palmeira
O São João é produtor de riqueza, fonte de renda, e gera empregos, além de entretenimento e fator de inclusão social. O período de 30 dias gera lucro para a iniciativa privada, impulsiona o comércio, oxigena a rede hoteleira e faz aumentar a arrecadação tributária estadual e municipal.
Por isso, deve ser melhor planejado e entregue a quem entende do traçado. À quem vai discutir nas comunidades os arraiais, as manifestações folclóricas dos bairros, e desenhando as estratégias para os grandes espaços. É necessário também a busca de recursos em outras esferas, assim como uma política de comunicação voltada para nossos estados vizinhos e grandes centros no sentido de atrair turistas.
O vereador Astro de Ogum tem se destacado como um dos principais, ou talvez o maior, incentivadores do nosso São João, das nossas manifestações culturais. Exemplo disso são os arraiais comandados por ele: Pertinho de Você (Cohama), Vila Palmeira, além do apoio total ao do Cohatrac, os mais frequentados e com maiores atrações neste ano.

Arraial do Cohatrac
Acumulando as funções de vereador, presidente da Câmara Municipal de São Luís, além dos afazeres de empresário, Astro não mede esforços para alavancar nossa cultura. E faz das tripas coração para não deixar que falhas ou erros comprometam os acertos das suas festas.
E, diga-se de passagem, todos ganharam: o público, artistas, manifestações folclóricas, barraqueiros, seguranças particulares, garçons, taxistas, Uber, comércio atacadista de bebidas, e os cofres públicos com os impostos.












Blog do Luís Cardoso