sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Andressa Urach vendeu fotos chocantes em UTI por R$ 5 mil, diz jornal

 
 
Andressa Urach vendeu fotos chocantes em UTI por R$ 5 mil, diz jornal
 
 
 
 
De acordo com informações do jornal O Dia desta sexta-feira (16), a modelo contratou um fotógrafo profissional, que vendeu as fotos para a agência por R$ 5 mil.
 
As fotos causaram polêmica nas redes sociais, pois mostravam as marcas que a infecção causada pelo hidrogel deixou em suas pernas.
 
Após o acontecimento, Andressa decidiu não se pronunciar sobre o assunto. Após receber alta, ela voltou ao tratamento por conta de uma nova bactéria.
 
 
natelinha.com

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Programa “Mais IDH” entra em vigor já nesta sexta-feira

Ações centradas na melhoria de índices sociais e econômicos foram algumas das primeiras medidas anunciadas pelo governador Flávio Dino, logo após a cerimônia de transferência de cargo no Palácio dos Leões. Algumas delas foram anunciadas por meio de decretos e entram em vigor nesta sexta-feira (2).
 
O primeiro dos decretos institui o plano de ações ‘Mais IDH’ e seu respectivo comitê gestor. A medida é uma das ações anunciadas durante a campanha e têm por objetivo promover a superação da extrema pobreza e das desigualdades sociais no meio urbano e rural, por meio de estratégia de desenvolvimento territorial sustentável. O plano terá como foco inicial as populações dos 30 municípios maranhenses com piores indicadores de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).
 
Outro decreto institui uma comissão especial com o fim de tratar da alienação da ‘Casa de Veraneio do Governador’, situada na Praia de São Marcos, em São Luís. A comissão será formada por um membro da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência indicado pelo Secretário de Estado da Gestão e Previdência; um membro da Casa Civil, indicado pelo Secretário Chefe da Casa Civil; um Procurador do Estado do Maranhão, indicado pelo Procurador Geral do Estado.
 
Leia Texto do Decreto que institui o Mais IDH:
 
O GOVERNADOR DO ESTADO DO MARANHÃO, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos III e V do art. 64 da Constituição Estadual,
 DECRETA:
 
 Art. 1o. O Plano de Ações “Mais IDH” terá por objetivo promover a superação da extrema pobreza e das desigualdades sociais no meio urbano e rural, por meio de estratégia de desenvolvimento territorial sustentável, abrangendo:
 
I – integração de políticas públicas com base no planejamento territorial;
 
II – ampliação dos mecanismos de participação popular na gestão das políticas públicas de interesse do desenvolvimento dos municípios;
 
III – ampliação da oferta dos programas básicos de cidadania;
 
IV – inclusão e integração produtiva das populações pobres e dos segmentos sociais mais vulneráveis, tais como trabalhadores rurais, quilombolas, indígenas e populações tradicionais, calcado em um modelo de desenvolvimento que atenda às especificidades de cada um deles;
V – valorização da diversidade social, cultural, econômica, política, institucional e ambiental das regiões e das populações.
 
 Art. 2º.  O Plano de Ações “Mais IDH”, a ser implementado de forma integrada pelos diversos órgãos do Governo do Estado, terá como foco inicial as populações dos 30 municípios maranhenses com piores indicadores de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).
 
Parágrafo Único.  As ações do Plano deverão ser executadas de forma descentralizada e integrada, por meio da conjugação de esforços entre o Estado e os Municípios, observadas a intersetorialidade, a transdisciplinaridade, a integralidade, a participação da sociedade civil e o controle social.
 
 Art. 3º. Fica instituído o Comitê Gestor do Plano de Ações “Mais IDH”, presidido pelo Governador do Estado, e integrado pelo titular de cada um dos seguintes órgãos:
 
I – Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular, a quem caberá a coordenação executiva;
II – Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Social;
III – Secretaria de Estado de Articulação Política e Assuntos Federativos;
IV – Secretaria de Estado de Saúde;
V – Secretaria de Estado de Educação;
VI – Secretaria de Estado de Agricultura Familiar;
VII – Secretaria de Estado de Trabalho e Economia Solidária;
VIII – Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano – SECID;
IX – Secretaria de Estado da Igualdade Racial;
X – Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão – CAEMA;
XI – Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos – IMESC;
 
1º. Os titulares desses órgãos poderão indicar membros suplentes, que deverão ser necessariamente seus respectivos subsecretários ou secretários adjuntos, e, no caso dos incisos X e XI, membros da diretoria.
 
2º. Poderão ser convidados para participar das reuniões do Comitê Gestor representantes de outros órgãos da Administração Pública Municipal, Estadual e Federal, dos Poderes Judiciário e Legislativo, do Ministério Público, da Defensoria Pública, de universidades, bem como de entidades da sociedade civil, sempre que assuntos de suas respectivas áreas de atuação constarem da pauta de reunião do colegiado, a juízo de seu Presidente.
 
3º. A participação nas reuniões do Comitê Gestor será considerada prestação de serviço público relevante e não remunerada.
 
 Art. 4º. Caberá à Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular estabelecer normas e procedimentos complementares com vistas ao integral cumprimento do disposto neste Decreto.
 
 Art. 5º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
 
FLÁVIO DINO
Governador do Estado do Maranhão
 
MARCELO TAVARES SILVA
Secretário-Chefe da Casa Civil

Flávio Dino anuncia fim da era abusos em nome do poder e combate às desigualdades

“Queridos leões, bem-vindos à Democracia!” Com esta metáfora, Flávio Dino resumiu ao fim de seu discurso de posse o momento que se inaugura no Maranhão a partir do novo governo – pautado na justiça social e no desenvolvimento para todos os 7 milhões de maranhenses. As palavras foram ditas em frente ao Palácio dos Leões, sede do Governo do Estado. Eleito governador pela oposição, Flávio Dino põe fim a um ciclo de quase 50 anos de poder do grupo Sarney.
 
A metáfora dos leões alude aos poderes conferidos aos governantes que, no período coronelista / oligárquico, utilizavam-nos em nome da perpetuação do poder. “Leões, agora vocês não vão mais rugir para o povo (…) Vocês estão despidos dos brasões da oligarquia”. E foi acompanhado da população que Flávio Dino entrou no Palácio, onde recebeu a faixa e em seguida recebeu os cumprimentos de milhares de pessoas da população maranhense nos jardins da sede do governo durante 3 horas.
 
A partir de seu discurso e das medidas anunciadas, pelo menos dois pontos serão atacados com maior ênfase durante o governo de Flávio Dino: a corrupção e a pobreza. Esses foram os pontos citados por Flávio Dino como fundamentais para “O Maranhão terá um governador de mãos limpas,” disse. Em seguida, completou: “Nunca mais o futuro do povo do Maranhão será roubado pela corrupção”.
 
Anunciando que no Maranhão se inicia “uma nova era de direito e não mais uma era de favores e cooptação”, Flávio Dino garantiu aos maranhenses que seu governo deverá promover crescentemente o acesso aos direitos de cada cidadão que habita o Estado. Para enfatizar esse compromisso de Governo, Flávio Dino assinou 17 medidas que passarão a vigorar desde o 1º dia de administração que dizem respeito ao enfrentamento das desigualdades sociais, combate à violência e à corrupção.
 
Governando um estado que possui inúmeros desafios para no campo sócio-econômico, Flávio Dino define prioridades e atua desde o primeiro dia. Da sacada do Palácio, o governador afirmou que a mudança do Maranhão começava ali, naquele momento. Mesmo diante de dificuldades que devem ser enfrentadas para superar as desigualdades, Flávio Dino diz ter confiança e espera contar com a ajuda da população para enfrentar os problemas durante os 4 anos de governo.

Edivaldo prestigia cerimônias de posse do governador Flávio Dino e da mesa diretora da Câmara Municipal

O prefeito Edivaldo prestigiou na tarde desta quinta-feira (1º) as solenidades de posse e de transmissão de cargo ao novo governador do estado do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), realizadas, respectivamente, na Assembleia Legislativa e no Palácio dos Leões. Logo no início da tarde, Edivaldo participou também da cerimônia de posse da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís, que terá como presidente para o biênio 2015-2016 o vereador Astro de Ogum (PMN).
 
 
Edivaldo destacou as alianças interinstitucionais pela cidade de São Luís durante os discursos na Câmara e na Assembleia Legislativa
Edivaldo destacou as alianças interinstitucionais pela cidade de São Luís durante os discursos na Câmara e na Assembleia Legislativa
 
 
 
Edivaldo ressaltou o momento histórico que a capital maranhense vivenciará com o cenário político favorável, a partir de relações institucionais estreitas entre a Prefeitura e o governo do Estado e apontou para perspectivas de ações conjuntas em favor da população ludovicense.
 
“Iniciamos aqui uma nova história para São Luís e para o Maranhão. Estaremos celebrando uma parceria histórica nunca antes concebida, que é ter o governador do estado e o prefeito da capital de mãos dadas na execução de projetos e realizando as obras que o Município tanto precisa”, disse o chefe do executivo municipal.
 
As palavras do prefeito foram corroboradas pelo novo governador, Flávio Dino. Durante coletiva de imprensa, Dino afirmou que ainda neste primeiro mês do seu mandato vai anunciar um conjunto de medidas para São Luís, contemplando setores importantes como transporte e mobilidade urbana, patrimônio histórico, saúde e segurança pública.
 
Para a área da saúde, Flávio Dino prevê, em trabalho conjunto com a Prefeitura, a realização de ações pontuais visando à ampliação da rede hospitalar. Segundo o governador, também serão realizadas em caráter emergencial ações relativas à melhoria do Centro Histórico da capital, que possui o título de Patrimônio Histórico da Humanidade.
 
“São Luís é a capital de todos nós e sem dúvida terá toda a nossa atenção em todos os setores. A capital terá papel fundamental nesse novo ciclo de desenvolvimento econômico que queremos desenvolver no Estado”, concluiu o governador. As medidas que deverão ser anunciadas pelo governador serão elaboradas por grupos mistos de trabalho, envolvendo, inclusive, outros municípios da Grande Ilha. Os grupos de trabalho começam a se reunir já na primeira semana de governo.
 
CÂMARA
 
Ao participar a cerimônia de posse da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís, o prefeito Edivaldo felicitou os novos membros da Mesa e ressaltou que espera manter com o legislativo municipal o mesmo relacionamento harmônico que já vem cultivando desde o início de sua gestão. “Estou muito feliz de participar desse momento no qual reafirmamos nosso compromisso de respeitar esta instituição tão importante e representativa dos anseios da população. Pretendemos manter a boa relação que temos com esta Casa, onde iniciei minha trajetória política”, disse o prefeito.
 
Em seu discurso de posse, o novo presidente da Câmara, vereador Astro de Ogum, também destacou o bom relacionamento institucional entre os dois Poderes. “Como presidente desta Casa, garanto todo o meu empenho e apoio total à Prefeitura de São Luís, na aprovação de proposituras que forem em favor dos cidadãos ludovicenses”, assegurou o vereador.

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Thammy Miranda conta: "com quatro anos eu queria fazer xixi em pé"

Thammy Miranda conta:




Se recuperando em casa após fazer uma cirurgia para retirada dos seios, Thammy Miranda conversou com seus seguidores nas redes sociais sobre sua posição sexual.

A atriz compartilhou uma notícia dizendo que Brad Pitt e Angeline Jolie teriam dito que a filha de 8 anos quer mudar de sexo. Então, ela comentou que se seus pais tivessem essa mente aberta quando ela era criança, "teria sofrido bem menos".

Vários internautas concordaram com Thammy, que ainda revelou: “Com 4 anos eu queria fazer xixi em pé! Nem sabia quem eu era e já tinha esse instinto. Vai entender, né?”.

Por outro lado, a filha de Gretchen disse que também entende a situação dos pais em situações como essa: “É complicado para os pais também“.

Depois, um seguidor afirmou que os pais muitas vezes impõem suas decisões aos filhos, e Thammy revelou ter sido uma criança infeliz por isso: “(essa criança) vai sofrer como eu e decidir fazer as coisas quando crescer!”.
 

A atriz retirou os seios no início de dezembro e não vê a hora de poder ir à praia sem camisa e sem a parte de cima do biquíni, o que poderá acontecer daqui a aproximadamente 10 dias, quando ela irá retirar a cinta modeladora que está usando para a cicatrização.

Em recente entrevista ao jornal Extra, Thammy diz: “ter toda a liberdade de tirar a camisa é ótimo, era o meu objetivo. Ficar sem os seios, mas sem nenhuma cicatriz, era o que eu queria. Meu médico é ótimo. Já me vi quando tomei banho e adorei”.
 
 
natelinha.com