.

.

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

SECOM MUNICIPAL REBATE ACUSAÇÕES MENTIROSAS



NOTA DE ESCLARECIMENTO

Tendo em vista publicações inverídicas em blogs da capital, a Secretaria Municipal de Comunicação esclarece:

1º Não é verdadeira a informação de que a Secom mantém folha de pagamento a profissionais de Imprensa sem vínculo empregatício com a Secretaria.

2º A folha de pagamento dos profissionais que atuam na pasta é efetivada regularmente no início do mês, conforme convenção orçamentária da gestão municipal.

3º Todos os profissionais que trabalham na Secretaria são selecionados considerando exclusivamente critérios técnicos e habilidades profissionais por meio do instrumento jurídico hábil, observados todos os requisitos previstos no art. 37, inciso II, da Constituição Federal.

4º Por fim, o pagamento efetivado aos veículos de comunicação, inclusive os de mídia digital, se refere a campanhas publicitárias sazonais autorizadas pelas agências legalmente licitadas, em atenção às normas previstas nas Leis Federais n. º 8.666/93 e 12.232/2010, a fim de divulgar ações da Prefeitura de interesse da população.

Atenciosamente,
SECOM | Prefeitura de São Luís

domingo, 11 de outubro de 2015

PM mata três ao frustrar “operação de guerra” para resgatar presos em Pedrinhas



A Polícia Militar frustrou na madrugada deste domingo (11) uma verdadeira operação de guerra de criminosos que tentaria resgatar presos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.Os bandidos estavam munidos de bombas, inclusive.
Após denúncia anônima, a PM conseguiu a abortar a ação quando os criminosos finalizavam os preparativos para invadir o presídio.
Ao chegar ao local onde a quadrilha estava escondida, os policiais foram recebidos a bala. Houve troca de tiros e três bandidos morreram.
No local foram encontrados armas, explosivos e materiais que seriam utilizados para o resgate.
Todos os materiais foram apresentados na Seic.


Do Blog do Gilberto Leda

Lidiane Leite é solta e deverá retornar ao cargo de Bom Jardim

Lidiane Leite
Lidiane Leite

 
 
A ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, teve sua prisão revogada pelo juiz federal Magno Linhares, da 2ª Vara da Justiça Federal no Maranhão, onde ele subtitui a prisão pelo uso de tornozeleira.

Lidiane deverá comparecer à Justiça uma vez por mês, não poderá frequentar a sede da prefeitura de Bom Jardim e também está proibida de sair da cidade de São Luís e São José de Ribamar, sem uma autorização judicial.
 
A ex-gestora está detida no Quartel do Corpo de Bombeiros, desde o dia 28 do mês passado, por suspeita de frade na prefeitura, que foi descoberto na Operação Éden, da Polícia Federal do Maranhão.
 
O advogado da ex-prefeita, Sérgio Muniz, diz ser incoerente as acusações que levaram à sua prisão, pois tais atos não foram praticados pela ex-gestora.
 
Além disso, uma liminar poderá suspender decisão que afastou Lidiane Leita do cargo de prefeita de Bom Jardim, podendo reassumir a prefeitura do município.
 
Do Blog do Luís Cardoso

quarta-feira, 9 de setembro de 2015


Do Blog do Raimundo Garrone



Edivaldo Holanda: começa a colher os resultados do seu trabalho por São Luís
Edivaldo Holanda: começa a colher os resultados do seu trabalho por São Luís


A divulgação da pesquisa Exata pela TV Guará, nesta quarta-feira (9), aponta o favoritismo do prefeito Edivaldo Holanda Júnior rumo à reeleição. Vivendo a melhor fase de sua gestão, com uma frenética agenda de obras em toda cidade e ações impactantes em diversos setores, Edivaldo colhe o resultado de um ritmo de trabalho intenso fora do gabinete e em contato com a população. De acordo com a mais nova pesquisa, se as eleições fossem hoje, Edivaldo (PDT) derrotaria a deputada Eliziane Gama (PPS) com o dobro das intenções de votos num cenário espontâneo.
Quando não são apresentados os candidatos, o prefeito Edivaldo obtém larga vantagem. Ele é o preferido dos consultados e lidera com 15%, contra 7% de Eliziane Gama. Neste tipo de consulta espontânea, é aferida a intenção cristalizada do eleitorado, ou seja, Edivaldo tem a confiança restrita do entrevistado que aprova seu trabalho e quer sua continuação na Prefeitura.
No levantamento estimulado, quando são citados ao entrevistado os nomes dos possíveis candidatos, o prefeito Edivaldo mostra arrancada em relação aos últimos levantamentos e desponta com 25% das intenções, ficando tecnicamente empatado com Eliziane Gama (26%), que vem tendo desempenho de queda no comparativo com outras pesquisas já realizadas. Segundo especialistas consultados pelo blog, a deputada estagnou, perdeu fôlego na corrida, o que pode ser explicado pela fragilidade das suas propostas como também a falta de consistência das “soluções” apresentadas por ela para os grandes problemas de São Luís. Isto tem provocado desconfiança do eleitorado.
Numa análise preliminar, os índices da nova pesquisa apontam o factível e vertiginoso crescimento de Edivaldo, fruto da avalanche de ações e do canteiro de obras implantado em São Luís com o reforço da parceria com o governo do Estado. Sinal de que a sociedade não só aprova como quer a continuidade desta união saudável, produtiva, de muito trabalho em favor do desenvolvimento da capital.
Os números positivos de Edivaldo e seu franco favoritismo estão ligados ao conjunto de obras de infraestrutura executadas pela Prefeitura em toda capital e a melhoria da oferta dos serviços públicos, resultado de um planejamento viável, organizado e eficiente.
A tendência, levando em conta a agenda intensa de trabalho que envolvem pavimentação asfáltica, drenagem profunda, prolongamento e interligação de avenidas para facilitar o escoamento do trânsito, investimentos em programa de moradia e inclusão social e a determinação no cumprimento de grandes promessas de campanha, como a implantação do Bilhete Único e construção do hospital Dr. Jackson Lago, é que o prefeito Edivaldo cresça ainda mais nas outras pesquisas, consolide a liderança até o final deste ano e pavimente com tranquilidade sua recondução ao cargo de prefeito, testado e aprovado pelo povo.
Os números da Exata atestam também que os candidatos da oligarquia, Roseana Sarney e Ricardo Murad, enfrentam nesse momento uma crise de credibilidade junto à população ludovicense. Alcançam apenas 1% cada um na pesquisa espontânea, ou seja, apresentam chances remotas de eleição para qualquer cargo na capital.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Edivaldo recebe superintendente nacional da Caixa para o Nordeste e trata de projetos para São Luís

Edivaldo recebe superintendente nacional da Caixa para o Nordeste e trata de projetos para São LuísO prefeito Edivaldo recebeu na manhã desta terça-feira (11), em seu gabinete no Palácio La Ravardière, a visita institucional do superintendente nacional da Caixa para região Nordeste, Luiz Antonio de Souza, e do superintendente regional da Caixa no Maranhão, Hélio Duranti. Na pauta da reunião, o prefeito e os representantes da instituição financeira trataram sobre os projetos habitacionais e de infraestrutura em andamento na capital e os novos empreendimentos que poderão ser viabilizados por meio de financiamento junto à Caixa.
O prefeito Edivaldo considerou a visita dos superintendentes muito proveitosa para estreitar as relações institucionais entre a Prefeitura de São Luís e a Caixa. "Nossa missão como gestor é buscar o que for melhor para nossa cidade e a população. A Caixa é uma instituição financeira importante e tem muito interesse em promover o desenvolvimento das cidades", disse Edivaldo.
O superintendente nacional da Caixa para o Nordeste, Luiz Antonio de Souza, está em São Luís por conta da cerimônia de entrega de novas unidades habitacionais construídas na capital pelo programa "Minha Casa, Minha Vida", que contou com a presença da presidente Dilma Rousseff. Ele informou que a Superintendência Nacional da Caixa na Região Nordeste se coloca à inteira disposição da Prefeitura para ser facilitadora das demandas pleiteadas pelo prefeito Edivaldo, seja para a conclusão de obras em andamento, liberação de recursos ou outras de interesse do município.
"A visita foi muito salutar para conversarmos sobre projetos importantes para São Luís que podem ser viabilizados pela Caixa. É da minha responsabilidade fazer com que o atendimento às cidades nordestinas seja executado da melhor forma possível e que os empreendimentos realizados possam ter bom andamento, para o desenvolvimento da Região como um todo", concluiu o superintendente da Caixa.
Durante a visita o prefeito destacou a importância das parcerias para desenvolvimento de ações para a melhoria de vida dos ludovicensesALCOA E ALUMAR
No início da manhã, o prefeito Edivaldo recebeu a visita do presidente da Alcoa para América Latina e Caribe, José Aurélio Drummond, e do diretor da Alumar, Nilson Ferraz. Durante o encontro, o chefe do executivo municipal apresentou os avanços conquistados na área da saúde, com as reformas das unidades de saúde; mobilidade urbana, com as intervenções de melhorias no trânsito da capital; e infraestrutura da cidade com os Programas Mais Asfalto e Interbairros.
Durante a visita, o prefeito também destacou a importância das parcerias com os governos federal e estadual para o desenvolvimento de ações para a melhoria de vida dos moradores da capital maranhense. "Contamos agora com a parceria do poder público estadual para o fortalecimento das nossas ações. Essa união com o governo do Maranhão, bem como com o governo federal, tem resultado em benefícios para os ludovicenses, como investimentos na infraestrutura da capital e na área da habitação", afirmou Edivaldo.
Também estiveram presentes no encontro os secretários municipais Lula Fylho (Governo), José Cursino (Planejamento) e Tati Lima (Informação e Tecnologia).

Dilma, Flávio Dino e Edivaldo entregam casas para mais de 2 mil famílias em São Luís


Dilma, Flávio Dino e Edivaldo entregam casas para mais de 2 mil famílias em São LuísA presidente Dilma Rousseff, o governador Flávio Dino e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior participaram nesta segunda-feira (10) da cerimônia de entrega de casas para 3.020 famílias em São Luís e no município de Caxias. As habitações foram construídas através do programa federal "Minha Casa, Minha Vida". Na capital, foram entregues 2.020 casas nos Residenciais Amendoeira e Santo Antônio, no bairro Maracanã, zona rural.
No ato, também foram entregues simultaneamente, por videoconferência, mil residências em Caxias, no interior do Maranhão; 688 moradias em Campo Grande e outras 759 em Anastácio, ambas no estado de Mato Grosso do Sul, totalizando 4.467 unidades habitacionais. Mais do que casas, os lares garantem dignidade às famílias contempladas e possuem dois quartos, banheiro, cozinha e área de lazer, com quadra, playground e anfiteatro ao ar livre.
"Estamos entregando, hoje, 4.467 moradias, simultaneamente em diversas cidades do país, sendo que em São Luís estamos entregando a maior quantidade de unidades habitacionais. Eu espero que as famílias que vierem morar aqui no Amendoeira e no Santo Antônio transformem o local no bairro mais bonito de São Luís e vivam dignamente com suas famílias", disse a presidente Dilma.
Em ato simbólico, Edivaldo, Flávio Dino e Dilma Rousseff realizaram a entrega das chaves das casas para algumas das famílias contempladas presentes à cerimônia, entre elas, a família da dona de casa Deusuíta Ferreira Silva, que recebeu a chave ao lado dos cinco filhos. Em Caxias, Carla Raniere dos Santos, mãe de três filhos, recebeu a chave da casa das mãos da presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior, e do prefeito Leo Coutinho.
Na cerimônia, a presidente Dilma Rousseff destacou o quantitativo de unidades habitacionais entregues em São Luís e anunciou o lançamento da terceira fase do programa "Minha Casa, Minha Vida", que prevê a construção de mais 3 milhões de unidades habitacionais em todo o país. Nessa etapa do programa, conforme já havia anunciado o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, durante sua visita a São Luís, o Maranhão será beneficiado com 160 mil novas unidades habitacionais em diversos municípios, dentre os quais São Luís está incluído.
O governador Flávio Dino enalteceu a política habitacional do governo federal e destacou as parcerias celebradas com o Estado e Município para proporcionar moradias dignas às famílias maranhenses. "Muito mais que tijolo e cimento, essas casas representam a concretização do grande sonho de ter um lar digno para viver. Uma casa não é feita só de paredes, é feita também de gente, de esperança, de alegria e de fé em dias melhores", disse Flávio Dino.
O prefeito Edivaldo destacou o ato como um momento muito especial para São Luís, por demarcar uma nova etapa na expansão urbanística da cidade e inaugurar uma nova fase na vida de milhares de famílias ludovicenses. O prefeito afirmou, ainda, que o governo federal tem dado um olhar especial à capital maranhense no processo de inclusão dos cidadãos ludovicenses nos programas de grande relevância social, como o "Minha Casa, Minha Vida". Em pouco mais de dois anos de gestão, mais de 8 mil habitações foram entregues em São Luís.
"A presença da presidente Dilma em nossa cidade muito nos honra e nos deixa felizes, pois celebramos aqui o resultado de uma grande parceria entre a Prefeitura de São Luís e o governo federal, nessa missão desafiadora de reduzir o déficit habitacional em nossa capital. Além do mais, constata que estamos cumprindo com celeridade os prazos de construção e entrega das unidades do programa, proporcionando moradia digna e bem-estar a milhares de famílias", disse o prefeito.
Além das mais de 2 mil unidades dos residenciais Amendoeira e Santo Antônio, a Prefeitura de São Luís já entregou outras 6 mil moradias, totalizando cerca de 8 mil habitações, só nos dois primeiros anos da atual gestão. Entre estas estão as 3 mil unidades do Residencial Ribeira, entregue em maio deste ano com 1.592 casas e 1.408 apartamentos, que beneficiaram cerca de 11 mil pessoas.
DIGNIDADE ÀS FAMÍLIAS CONTEMPLADAS
As mais de 2 mil casas entregues em São Luís vão beneficiar aproximadamente 7.500 maranhenses com renda de até R$ 1.600. Cada residencial vai contar ainda com uma creche contratada junto ao governo federal, entre outros equipamentos sociais. Entre os beneficiados está Deusuíta Ferreira Silva, que recebeu a chave ao lado dos cinco filhos, em ato simbólico com o prefeito Edivaldo, o governador Flávio Dino e a presidente Dilma.
Para a marisqueira Maria Rita Araújo, 36 anos, também contemplada durante a cerimônia, a moradia representa um novo começo. "Estou muito feliz. Agora é vida nova. Nós, que morávamos em uma casa cedida por um parente, vamos viver agora debaixo de nosso próprio teto e não tem nada melhor", afirmou.
Em Caxias, Carla Raniere dos Santos, mãe de três filhos, recebeu a chave da casa. Ela é um exemplo da importância social e econômica do programa federal. Além de ter sido sorteada para ser contemplada com uma casa, durante o período de obras ela também foi contratada por uma das construtoras dos residenciais do "Minha Casa, Minha Vida".
Presidenta Dilma, Flávio Dino e Edivaldo inauguram Terminal de Grãos do Maranhão
O Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram) foi inaugurado nesta segunda-feira (10) pela presidenta Dilma Rousseff, ao lado do governador Flávio Dino, do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, do ministro chefe da Secretaria dos Portos da Presidência, Edinho Araújo e da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu. O Tegram iniciou seu funcionamento em março e já embarcou 1,6 milhão de toneladas de soja para Ásia, Europa e Oriente Médio.
O Tegram é uma das maiores obras de infraestrutura para a exploração da safra brasileira de grãos e beneficia diretamente os produtores do Maranhão, Tocantins, Piauí, Bahia - fronteira agrícola conhecida como Matopiba - e do nordeste do Mato Grosso, sendo alternativa logística aos portos do Sul e Sudeste do país para o escoamento da safra. Com a criação da região de exploração agropecuária do Matopiba, o Porto do Itaqui se destaca no cenário nacional como entreposto para trocas comerciais nacionais e internacionais.
"O Brasil encontrou na nova fronteira agrícola do país, Matopiba, uma das maiores oportunidades de crescimento e desenvolvimento. Com os novos investimentos no Maranhão, através do Porto do Itaqui, o país continuará mostrando o seu potencial e a sua prosperidade", disse a presidenta Dilma.
Na inauguração do Terminal de Grãos, o governador Flávio Dino lembrou que no 1º semestre de 2015, o Porto do Itaqui teve uma produção 1800% maior do que o mesmo período no ano passado. Flávio destacou a dimensão econômica, mas também do desenvolvimento humano que o Tegram e Porto do Itaqui trazem para o Maranhão. "Estamos falando de obras físicas, mas, sobretudo, uma obra humana em que se encontram esperanças e trabalho de pessoas. Nós vemos a dimensão da engenharia, da tecnologia, do crescimento da economia, mas também a dimensão do desenvolvimento humano. Esse é, sem dúvidas, um momento de júbilo e confraternização de todos aqueles que acreditam no nosso estado", afirmou Flávio.
Em apenas quatro meses de operação, o Tegram já embarcou mais de 1,6 milhão de toneladas de soja em mais de 20 navios com destino a alguns dos principais mercados da Europa, Ásia e Oriente Médio, volume maior que a metade do previsto para o primeiro ano de atividade. Nos primeiros meses, o terminal operou com recebimento de cerca de 500 a 530 caminhões por dia, com previsão de aumento da intensidade em curto prazo.
Para o ministro chefe da Secretaria de Portos da Presidência, Edinho Araújo, a entrega do Terminal de Grãos do Maranhão coroa a inauguração do Arco Norte, que consolida a nova fronteira agrícola, conhecida como Matopiba. Segundo o ministro Edinho, a longa viagem entre a lavoura e o porto encarece os produtos agrícolas. A inauguração do novo terminal no Maranhão diminuirá esse trajeto, trazendo ganhos para os produtores rurais e operadores portuários, a um menor custo, gerando maior competitividade.
Administrado pelo consórcio formado pelas empresas NovaAgri, Glencore, CGG Trading, Amaggi e Louis Dreyfus no Porto do Itaqui, o Terminal é um dos grandes novos exportadores do agronegócio brasileiro e situa o Maranhão como ponto logístico estratégico no contexto internacional. Para o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária, Ted Lago, o início das atividades do Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram) abre fronteiras internacionais, aquece a economia local com obras estruturais, de prestação de serviços no Porto e de geração de novos negócios para o estado.
Na inauguração do Terminal, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior ressaltou a importância da obra para o estado e as oportunidades de crescimento que chegam com o novo empreendimento. "Este marco logístico é de extrema importância para o desenvolvimento da economia e melhoria dos indicadores sociais do nosso estado. Estamos diante de uma obra com grande repercussão em toda cadeia produtiva do nosso estado", disse o prefeito.
INVESTIMENTOS FEDERAIS NO PORTO DO ITAQUI
Na inauguração do Tegram, a presidente Dilma aproveitou para conhecer o Porto do Itaqui, que receberá investimentos do Programa de Investimento em Logística entre 2015 e 2018. O Programa licitará o uso de dois berços do Porto do Itaqui com previsão de R$ 509 milhões em investimentos que darão ao Porto a capacidade de movimentar 2 milhões tonelada/ano de celulose e 4,3 milhões de toneladas/ano em graneis minerais.
Os novos investimentos visam melhorar a eficiência e a produtividade, com impacto direto no custo logístico das mercadorias que passam pelo Porto. O Maranhão se torna cada vez mais protagonista no escoamento da safra de uma fronteira agrícola importante e em expansão, são aproximadamente 1,8 mil quilômetros chegando até o estado de Goiás e atendendo principalmente os estados do Maranhão, Pará, Tocantins, Goiás, Mato Grosso e Bahia.
Estiveram presentes na agenda de ações da presidenta Dilma Rousseff em São Luís, o governador Flávio Dino; o ministro chefe da Secretaria de Portos da República, Edinho Araújo; a ministra da Agricultura, Kátia Abreu; o prefeito Edivaldo Holanda Júnior; o governador do Piauí, Wellington Dias; o senador Edison Lobão; o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Humberto Coutinho; os deputados federais Rubens Pereira Junior, Chico Lopes, Jô Moraes, Jandira Feghali, Cléber Verde, Aluísio Mendes, Alberto Filho, Pedro Fernandes, Orlando Silva; o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária, Ted Lago; o presidente do consórcio do Tegram, Hélcio Gasparini; o ex-ministro do Turismo, Gastão Vieira; deputados estaduais, secretários, representantes de centrais sindicais, presidentes de órgãos, empresários e trabalhadores do Porto do Itaqui.

Fala, Povo - SONHO REALIZADO


Jailson Silva

Eu estou muito feliz, não há outra palavra. Fui sorteado no dia do meu aniversário, em 2012 e agora estamos recebendo nossa casa. Agradeço ao prefeito, ao governador e a presidente por fazer acontecer esse momento tão esperado em nossas vidas.



Iohana Emily Silva de Jesus
Meu casamento agora sai, pois temos uma casa para morar. Um grande presente de Deus. Estamos muito felizes em receber a minha casa.


Maria da Conceição Cantanhede Soares

Eu só tenho que agradecer ao prefeito Edivaldo, a Dilma e a Deus por me dar esse prazer de ter minha casa. A vida daqui para frente será uma maravilha, eu estava precisando muito de uma casa. É a realização de um sonho.