Fiscalização

Fiscalização

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Prefeitura realiza mutirão de limpeza após as eleições

 


                                                                                                  Foto: Maurício Alexandre/SECOM
Trabalho foi iniciado nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (6)

 
A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp), realizou nesta segunda-feira (6) uma ação especial de limpeza para recolher das ruas da capital grande quantidade de lixo formado pelo despejo dos tradicionais santinhos publicitários, nas imediações das seções eleitorais. A formação de um mutirão para a limpeza da cidade foi sinalizada com antecedência pelo prefeito Edivaldo, ainda no sábado, quando destacou a necessidade de manter a capital limpa.
 
Um total de 160 agentes de limpeza, distribuídos em 30 equipes, foram deslocados para executar o serviço de varrição, catação e coleta do material, desde as primeiras horas do dia. Segundo a superintendente de Limpeza Pública da Semosp, Deborah Muniz, o mutirão foi planejado com base em levantamento sobre os locais com maior número de seções eleitorais.
 
“Fizemos um mapeamento dos principais colégios eleitorais de São Luís, para colocarmos em prática a operação, direcionando a esses locais um quantitativo adequado de equipes a fim de realizar no tempo mais hábil possível a limpeza das ruas”, informou Deborah Muniz.
 
O trabalho foi intensificado nos pontos mais críticos da cidade, como nos bairros da Alemanha, Vila Palmeira, João Paulo, Cidade Operária, Anjo da Guarda, Cohab, Cohatrac, Coroadinho, Renascença, Centro, além das avenidas Africanos e Holandeses, entre outros setores de grande concentração de seções eleitorais. De acordo com a superintendente da Semosp, o trabalho de varrição e coleta vai continuar por toda a semana, até a remoção total do material publicitário jogado nas ruas.
 
A prática de despejar santinhos e outros materiais publicitários nos locais de votação é condenada pela grande maioria dos eleitores, a exemplo do aposentado Auri Domingos Costa. “Acho uma total falta de respeito com a cidade. Quem promove esse derramamento de papéis nas portas das seções eleitorais deveria ser severamente punido. E assim como outras práticas publicitárias de candidatos foram proibidas por lei, essa também deveria ser rigorosamente combatida”, opinou o aposentado.
 
 
Do portal da Prefeitura de São Luís

Nenhum comentário:

Postar um comentário