quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Carnaval 2015 encerra programação com saldo positivo de público e animação



 
Carnaval 2015 encerra programação com saldo positivo de público e animação
 
 
 
Mais uma vez, o carnaval acaba e deixa saudades nos foliões que se deslocaram para os diversos pontos oficiais de festa da programação do Carnaval de Todos, uma parceria da Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Func), com o Governo do Estado. Durante seis dias, passaram pela Passarela do Samba quase 80 agremiações carnavalescas, entre blocos tradicionais e organizados, grupos de tambor de crioula, turmas de samba, tribos de índio, além de 10 escolas de samba, que levaram para o público toda a riqueza das manifestações culturais do Maranhão.
 
Segundo o presidente da Fundação Municipal de Cultura, Marlon Botão, o carnaval deste ano já teve o diferencial de ter sido uma parceria entre a Prefeitura Municipal e o Governo do Estado, o que permitiu acréscimos na realização do evento. "Em função dessa integração, tivemos uma disseminação do carnaval pela cidade, propiciando circuito da passarela e nos bairros", enfatizou ele.
O Carnaval de 2015 recebeu uma injeção de recursos maior que a de 2014. Este ano foi aplicado R$ 1.700.00,00 milhões, enquanto ano passado a folia de Momo recebeu R$ 600.00,00. Por conta disso, não apenas as escolas de samba receberam fomento, mas também os blocos tradicionais e organizados. "Essa foi uma determinação do prefeito Edivaldo", ressalta Marlon Botão.
 
Para 2016, diz o presidente, o planejamento irá começar com um seminário, para estruturar. "Será realizado este ano, também, uma parceria entre Prefeitura e Estado na organização deste planejamento", completa Marlon.
 
O presidente revela que, para 2016, há projetos de uma confluência mais significativa no sentido de estender a participação popular e de fortalecer o circuito com o objetivo de projetar nacionalmente o carnaval de São Luís. "O governador Flávio Dino lançou um desafio a mim e à secretária estadual de cultura, Ester Marques, para que a programação do carnaval de 2016 aconteça durante todo o dia, com atividades pela manhã na região litorânea da cidade. Sabemos que isso é possível e iremos trabalhar um planejamento que viabilize esse projeto, pois sabemos que a população de São Luís é foliã por natureza", revelou Botão.
 
A presença maciça do público em todas as noites de folia na Passarela do Samba foi o principal indício do sucesso do Carnaval de Todos, segundo os organizadores do evento. "Nós tivemos participação intensa de foliões, todos os ingressos foram distribuídos e víamos a animação das pessoas com a passagem das agremiações pela avenida", diz Marlon Botão.
 
A secretária de Estado da Cultura, Ester Marques, ressalta que esse planejamento de ações em conjunto englobou desde a programação de atrações, tanto para a Passarela do Samba quanto para as comunidades, organização de campanhas publicitárias, estruturação dos espaços e organização dos circuitos. "Também orientamos no processo de liberação de verbas via Lei de Incentivo à Cultura, processo que foi utilizado pela AMBEV, montante que foi utilizado tanto na programação da passarela, quanto nas comunidades", conta Ester.
Outra novidade foi a participação da iniciativa priv
ada, com o patrocínio da Ambev por meio de projetos culturais viabilizado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura, já destacada por Ester Marques, e da Associação Maranhense de Blocos Carnavalescos (AMBC), que injetou cerca de um milhão de reais, recurso destinado ao pagamento de apresentações, bem como premiações.
 
O presidente da União das Escolas de Samba do Maranhão (UESMA), Tony Mota, endossa o que diz o presidente da Func. "A busca foi além de nossas expectativas. Houve quem não conseguisse ingressos para a Passarela". Tony credita esse sucesso ao empenho de todos os envolvidos na organização, em fazer deste carnaval uma festa mais democrática. "Mas não podemos esquecer nosso prefeito, Edivaldo, que determinou que se realizasse o carnaval, ainda que o município estivesse em crise financeira, por saber que essa festa é de importância simbólica para o povo", completou o presidente da UESMA.
 
Pra deixar saudade - O último dia do Carnaval de Todos foi marcado por desfiles de 11 Blocos Afros. O encerramento da folia de Momo aconteceu com a Trupiada da Ilha, que reuniu os grupos de bumba meu boi do João Paulo, Maioba, Maiobão e Matinha, este último tendo comandado uma homenagem ao cantador Humberto de Maracanã, falecido mês passado em São Luís. Familiares do cantador estiveram presentes na avenida enquanto ele era homenageado como personalidade da cultura popular maranhense pelos 40 anos de dedicação ao bumba meu boi.
 
O Carnaval de Todos foi uma promoção da Prefeitura de São Luís e do Governo do Estado, contando com o apoio da Polícia Militar, SMTT, Bombeiros Militar e Civil, Guarda Municipal, Secretarias de Saúde do Estado e do Município, Blitz Urbana, Vigilância Sanitária (que fiscalizava os alimentos que eram comercializados no entorno da Passarela do Samba), Juizado de Menores, dentre outros.
 
Enquanto acontecia a programação, estandes montados pelas secretarias de Saúde faziam campanhas de conscientização e distribuição de preservativos femininos e masculinos. O Hospital de Campana, montado na lateral da Passarela do Samba, realizava atendimentos emergenciais. "Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel (SAMU) estava à disposição para encaminhar os casos mais graves à Unidade de Pronto Atendimento do Bacanga, onde temos a Ala Vermelha, com estrutura semelhante a uma UTI", contou a enfermeira Silvana Carvalho, uma das coordenadoras do estande.
 
Números da Passarela do Samba
 
. Mais de 60 mil pessoas nos seis dias de passarela
. Mais de 100 grupos na programação da passarela
. 50 comunidades com programação e apoio da Prefeitura
. 753 profissionais diretamente envolvidos no apoio de infraestrutura da Passarela, nos serviços de segurança, saúde, limpeza, vigilância sanitária, trânsito e transporte, entre outros
. 93 atendimentos no hospital de campanha
. 32.400 preservativos distribuídos
. 150 testes rápido de HIV realizados
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário