IPTU

IPTU

quarta-feira, 7 de março de 2018

Prefeitura de São Luís leva contação de histórias a escolas da rede municipal de ensino


A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), deu início à programação do projeto Contadoras de História, nas escolas da rede municipal de Educação. O projeto atua de forma itinerante nas Unidades de Educação Básica (U.E.B.) e segue um cronograma de visitas promovendo rodas de leitura, contação de histórias e brincadeiras com as crianças.
O secretário de Educação, Moacir Feitosa, ressaltou que a execução do projeto está alinhada com as diretrizes de governo do prefeito Edivaldo para a Educação. "As contadoras de história da secretaria transportam conhecimento, alegria, ludicidade e diversão através da leitura, da contação de histórias e do desenho. E tudo isso em conjunto possibilita às crianças o desenvolver da imaginação e da criatividade. Por isso, são ações pedagógicas fundamentais para o pleno desenvolvimento das crianças", destacou o titular da Semed.
Na manhã desta terça-feira (6), a equipe de contadoras de histórias visitou a U.E.B. Augusto Mochel, no bairro Cidade Operária. Yasmin Ester Diniz Dias, 4 anos, estava encantada com as histórias contadas e disse que na escola, além de ouvir as histórias infantis, faz dever e adora brincar. "Gostei muito das histórias. A minha preferida foi a da Dona Mimosa que foi para uma festa e levou vários amiguinhos", disse.
A gestora da U.E.B. Augusto Mochel, Maria Lúcia Santos Gaspar, destacou a importância do projeto para o desenvolvimento das crianças. "A escola tem o hábito de contar histórias para as crianças em sala de aula, mas a vinda das contadoras deixa o processo mais lúdico, oportunizando maiores descobertas com encantamento e a beleza da literatura infantil", comentou.
Davi Pires de Oliveira, 4 anos, disse que a história da Dona Aranha foi a que mais chamou sua atenção. "Já gostava de dançar a música da Dona Aranha, por isso gostei muito de ouvir a história dela. A contadora é muito legal. Quero que ela venha mais vezes na minha escola", disse.
A coordenadora do Livro Didático e Infantil (SAEI/Semed), Sinara Coelho Lima Rodrigues, disse que o projeto atendeu, no ano letivo de 2017, mais de 2,5 mil crianças da Educação Infantil e que as atividades são planejadas, anualmente, levando-se em conta datas comemorativas e eventos culturais ou mesmo pontuais do calendário municipal.
"Nas datas comemorativas, a atuação é intensificada, com uma programação específica. É a Coordenação também que articula as atividades para visitas às escolas da rede municipal e participação em eventos comunitários ou mesmo oficiais da Prefeitura; além de promover formações em Literatura Infantil para os professores e demais servidores do município", destaca.

2 comentários:

  1. Um grande trabalho da prefeitura.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns a prefeitura por levar um projeto como esse as escolas, promovendo conhecimento e alegria as crianças.

    ResponderExcluir