Fiscalização

Fiscalização

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Eurico Miranda, do Vasco, diz que irá brigar com a Globo por novo contrato

Eurico Miranda, do Vasco, diz que irá brigar com a Globo por novo contrato

 
 
Eleito presidente do Vasco da Gama e de volta depois de vários anos afastado do clube, Eurico Miranda já tem planos para o seu novo mandato, que vai até o ano de 2017.

Em entrevista para o jornal Folha de São Paulo, o cartola afirmou que irá brigar com a Globo para que o Vasco tenha um novo contrato de cotas para televisão.
Segundo Eurico, a medida é para que o futebol brasileiro não entre em processo de "espanholização", em clara referência à superioridade de Real Madrid e Barcelona na Espanha: "Esse processo de espanholização do futebol brasileiro tem de acabar. Eu não posso chegar e concordar que dois clubes tenham uma diferença astronômica dos outros. Só isso".

Eurico Miranda ainda afirma que vai negociar os valores repassados pelo pay-per-view, que também é injusto sob sua ótica, já que a torcida do Vasco é uma das quatro maiores do país: "Sei a força do Vasco e tenho argumentos para discutir. O que não pode é querer empurrar goela abaixo para mim que o Vasco é a quinta, sexta torcida. Isso não vão empurrar nunca, não há hipótese".

O dirigente tem históricos de problemas de diálogo com a direção de esportes da Globo. A história mais famosa aconteceu em 2000, na final da Copa João Havelange, o Campeonato Brasileiro daquele ano. No dia 30 de dezembro de 2000, o alambrado do estádio São Januário acabou caindo, e o jogo foi interrompido. Porém, Eurico queria continuar a partida e argumentou que a culpa da interrupção era da Globo, que não gostaria de mudar sua grade.

Em retaliação, no jogo remarcado, que aconteceu no dia 17 de janeiro de 2001, o cartola colocou o logo do SBT na camisa do time, para que a emissora carioca mostrasse o concorrente.
 
 
 
Fonte: natelinha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário