REVIVA

REVIVA

terça-feira, 3 de julho de 2018

Prefeitura de São Luís moderniza Cemarc e marcação de consultas passa a ser diária


A Central de Marcação de Consultas e Exames (Cemarc) foi totalmente modernizada pelo prefeito Edivaldo; serviços integram ações implantadas pela gestão municipal para a área da saúde

A- A+ 
Da Redação - Agência São Luís
Prefeito Edivaldo investe na saúde e melhora sistema de marcação de consultas Com a modernização da Central de Marcação de Consultas e Exames (Cemarc), a gestão do prefeito Edivaldo conseguiu mais um feito na área de saúde: a partir do mês de julho os agendamentos de todas as especialidades poderão ser realizados em qualquer dia da semana. Para alcançar o resultado, a Prefeitura de São Luís realizou uma série de melhorias, como reestruturação do espaço físico, investimento em novos equipamentos e capacitação funcionários. Nesta quinta-feira (28) o prefeito Edivaldo visitou a Central, acompanhado do secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, e conversou com funcionários sobre os novos serviços e a mudanças sendo feitas no local.
"Estamos conseguindo transformar o que por muitos anos foi um incômodo, um cenário de filas, de muito tempo de espera. Para agora conseguir consolidar mais essa importante mudança, de oferecer agendamento de todas as especialidades em qualquer dia, fizemos uma série de investimentos na Cemarc. Melhoramos a infraestrutura, ampliamos o atendimento para mais gente ter acesso, modernizamos o sistema e trocamos de equipamentos para dar mais rapidez, descentralizamos os pontos de marcação para melhorar o fluxo de pessoas, acabamos com a senha de pré-agendamento, que fazia as pessoas perderem muito tempo, e capacitamos e aumentamos o número de funcionários. A nossa demanda é grande, mas estamos empenhados em levar cada vez mais agilidade e dignidade para quem usa esse serviço", destacou o prefeito Edivaldo.
O processo de mudança na Cemarc, que registra atendimento a cerca de 38 mil pessoas por mês, teve início em agosto de 2017, quando foi iniciado o mapeamento das necessidades e dos problemas para compreensão do fluxo de marcação. O objetivo maior do trabalho era acabar com a semana de marcação de consultas, quando a demanda se acumulava e as filas se formavam.
INVESTIMENTOS
O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, enfatizou o objetivo dos investimentos na Cemarc. "A mudança no processo de marcação de consultas vai ser mais um marco na gestão do prefeito Edivaldo. É com coragem e ousadia que estamos enfrentando as dificuldades e superando os desafios. Esse é mais um trabalho que repercute na vida de milhares de pessoas que buscam os serviços públicos de saúde oferecidos pelo poder público municipal", ressaltou.
Houve, ainda, nesse processo de modernização, melhorias na estrutura e troca dos equipamentos nas 23 unidades de marcação de consultas distribuídas pela cidade. Os profissionais também passaram por treinamento e a implantação Sistema Nacional de Regulação (Sisreg), do Ministério da Saúde, será finalizada no mês de agosto. O Sisreg substitui o Websis, sistema local que era utilizado para as marcações.
O titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) destaca ainda que, com as mudanças, São Luís sairá do rol de cidades brasileiras que enfrentam problemas com a marcação de consultas e exames. "Em muitas cidades brasileiras a população sofre com problemas nesse processo de marcação. Estamos muito felizes em perceber que essa mudança beneficia principalmente a nossa população", disse.
As melhorias favorecem tanto os usuários do sistema público de saúde quanto os funcionários. "Melhorou muito. Antes os equipamentos eram precários e a unidade era lotada em dias de marcação. Hoje em dia, o usuário chega e é logo atendido, e a tendência é melhorar ainda mais com mais essa mudança. Até a nossa qualidade de vida melhorou com esse novo ambiente de trabalho", afirmou a marcadora de consultas, Alaine Carvalho.
DESCENTRALIZAÇÃO
As mudanças no sistema de marcação de consulta começaram em 2014, quando a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), ampliou para 23 o número de pontos para autorização de consultas e exames realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Desde 2014, além da Cemarc, na Alemanha, os usuários dos serviços da rede municipal de Saúde podem marcar consultas e exames em unidades localizadas em diversos bairros da cidade. A proposta da Prefeitura de São Luís é fazer com que outras oito unidades também sejam pontos de marcação de consultas e exames.

Nenhum comentário:

Postar um comentário