Feirinha

Feirinha

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Menino de 4 anos com QI de Einstein entra para 'clube dos superdotados'

Sherwyn Sarabi já leu mais de 600 livros e cita todos os países do mundo.
Menino frequenta classe com crianças com o dobro da idade na Inglaterra.

 
 
Menino mostra o certificado de membro da Mensa, a sociedade que reúne as pessoas de mais alto QI do mundo (Foto: Reprodução/Facebook)
Sherwyn Sarabi mostra o certificado de membro da Mensa, a sociedade que reúne as pessoas de mais alto QI do mundo (Foto: Reprodução/Facebook)
 
 
Um menino de 4 anos está sendo apontado como um futuro Einstein depois de alcançar 160 pontos no teste de inteligência QI (a mesma pontuação de Albert Einstein e Stephen Hawking) e mostrar ser capaz de contar até 200, ler mais de 600 livros em seis meses, resolver operações matemáticas e citar todos os países do mundo. Sherwyn Sarabi foi a primeira criança a ganhar uma bolsa de estudos de 100% para uma escola de elite do Reino Unido e frequenta uma classe de crianças com o dobro de
sua idade.
Aos três anos ele se tornou membro da Mensa, a famosa sociedade que reúne pessoas com altos quocientes de inteligência do mundo. Sherwyn começou a falar aos dez meses, e segundo os médicos tem idade mental de oito anos e nove meses, mais que o dobro da idade biológica.
Sherwyn Sarabi, de 4 anos, já ganhou vários
prêmios (Foto: Reprodução/Facebook)
"Ele tem um nível muito superior de inteligência, é muito talentoso e seu vocabulário é muito vasto para esta idade", afirma o psicólogo Peter Congdon em entrevista ao jornal Daily Mail. "Seu intelecto reage aos mais alto niveis de racionalidade e quando ele fala mostra habilidades de uma criança muito mais velhs. É muito raro ter uma criança com esse tipo de inteligência.
O menino mora em South Yorkshire, Inglaterra, e enquanto a maioria das crianças de sua idade ainda não foi para a escola, ele já frequenta as aulas para alunos de nove anos na Rastrick Independent School, em Huddersfield.
A mãe de Sherwyn, Amanda Sarabi, foi professora e diz que o filho "é uma criança saudável muito feliz e adora falar".
"Ele questiona tudo e eu tenho feito o meu melhor para responder às suas perguntas para o melhor de meu conhecimento."
 
 
G1.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário