Fiscalização

Fiscalização

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Prefeitura de São Luís celebra Natal em escolas municipais

Cantatas, apresentações de teatro, distribuição de livros paradidáticos e gincanas são algumas das atividades para incutir nos alunos o espírito típico da época
 
 
Foto: Ana Paula Rodrigues
 
Despertar nas crianças sentimentos de cidadania e doação na medida em que são trabalhadas habilidades como a linguagem e a arte. Esses estão entre os principais objetivos das comemorações natalinas organizadas nas escolas da rede municipal de ensino em São Luís. Com muita criatividade, gestores e uma enorme equipe solidária construída pela comunidade contribuem para tornar as festas de final de ano memoráveis em cada unidade de ensino.
Cantatas, apresentações de teatro, distribuição de livros paradidáticos e até gincanas são algumas das atividades propostas pelos docentes para envolver os alunos no espírito típico da época. “Amor fraternal, solidariedade e o desenvolver da criatividade, por exemplo, estão presentes em nossas atividades e são elementos cultivados por nós nas escolas, sobretudo nesta época do ano. Nosso prefeito Edivaldo Holanda Júnior é um grande entusiasta desse tipo de iniciativa por sua consciência cristã. É importante contar as histórias das datas comemorativas às crianças e cercá-las de incentivo à arte e à cultura”, disse o secretário Municipal de Educação, Geraldo Castro.
A UEB Ana Lúcia Chaves Fecury, no São Bernardo, está movimentada desde o início do mês com a programação natalina. Já é tradição na escola realizar, todo final de ano, uma gincana com tarefas alusivas às festas de final de ano. Este ano, o tema escolhido foi “Amor é Doação”. “Temos um mural na escola onde colocamos todos os dias a classificação parcial das equipes, então os alunos ficam naquele clima de competição, querendo saber quem está em primeiro lugar, quem caiu para o segundo”, conta Elene Caroline Silva da Rocha, gestora da escola.
 
 
Foto: Ana Paula Rodrigues
 
 
 
Além de trabalhar com materiais recicláveis, os alunos estão arrecadando alimentos não perecíveis para montagem de cestas básicas. Essas cestas serão distribuídas para as famílias dos alunos mais carentes da escola, conforme levantamento feito previamente pela direção. A escola atende a 270 crianças com idades entre 6 e 13 anos.
No anexo da UEB Básica Chapeuzinho Vermelho, o Natal é celebrado com cantata e com a teatralização do auto de Natal. Para a gestora Maria Inês Diniz, o propósito do evento é que os alunos conheçam as festas de final de ano e também que exercitem habilidades como a linguagem oral, a música e a expressão artística. “Também desenvolvemos a leitura, por meio de contos e textos sobre o natal”, explicou ela. Já no polo da UEB Chapeuzinho Vermelho, o enfoque é nos livros paradidáticos. No encerramento do projeto “Embarcando na Arca de Noé”, cada aluno levou para casa um livro para ler durante as festas de final de ano.
 
 
Foto: Ana Paula Rodrigues
 
 

SOLIDARIEDADE POR ESCRITO
Uma dessas iniciativas solidárias é a da campanha Papai Noel dos Correios. Este ano, 41 escolas da rede municipal de ensino que aderiram à campanha foram adotadas integralmente por órgãos públicos federais, que organizaram cotas financeiras para garantir que nenhuma criança fosse esquecida.
O anexo da Unidade de Ensino Básico Rivanda Berenice Braga, localizado na Jordoa, foi adotado pelos servidores do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) e recebeu mais de 150 presentes. A entrega teve direito a visita do Papai Noel, foto com o bom velhinho e montanha de presentes feita no pátio da escola. “Eu pedi uma boneca e não tive dúvida nenhuma de que era isso que o Papai Noel iria me trazer. Acredito muito nele”, disse a pequena Lauane Vitória, de 5 anos, abraçada ao brinquedo novo.
E quem não pôde trazer a própria mãe para acompanhar o momento apelou para outros parentes. Kleiton dos Santos, 5, trouxe a tia Elizete Santos Alexandre. “Ele chegou em casa contanto que tinha pedido uma pipa do Flamengo e uma moto de controle remoto. Disse que a gente tinha que vir para ver o Papai Noel”, contou a tia.
A gestora da escola, Suailene Jardim, agradeceu em nome da escola. “Para muitas dessas crianças, foi o primeiro contato com meios de comunicação por escrito, como é o caso de bilhete e carta. Só podemos agradecer às pessoas que proporcionaram tantos sorrisos”, disse a gestora.
Na UEB Sá Valle, adotada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) foram outras 125 crianças presenteadas. Os brinquedos eram os mais diversos: bolas, bonecas, patins, skates, patinetes e bicicletas. Além dos presentes, cada criança também levou para casa uma revistinha da turma da Mônica, que abordava de forma lúdica os perigos do trabalho infantil.
“Essas crianças todas colocaram seus sonhos no papel e agora estão vendo esses sonhos virarem realidade. É um momento muito bonito”, disse a superintendente da área de Educação Infantil, Josie Descovi. Este ano, 41 escolas da rede municipal foram adotadas pela campanha Papai Noel dos Correios e 13 escolas já foram visitadas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário