Feirinha

Feirinha

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Prefeito prestigia sessão histórica na Assembleia

Por São Luís - Em 18/02/2013

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, participou de um momento relevante da história política recente do Maranhão nesta segunda-feira (18), na Assembleia Legislativa: a cerimônia simbólica de devolução dos mandatos dos deputados estadual Sávio Dino, Benedito Buzar e Kleber Leite (in memorian). A sessão solene em comemoração aos 178º anos da Casa, data coincidente com o Dia do Parlamento do Maranhão, foi realizada no Plenário Nagib Haickel.  
Edivaldo Holanda Júnior avaliou como honrosa sua participação na solenidade. “É muito importante poder participar deste evento. É uma data em que se faz justiça a três pessoas que deram sua contribuição ao povo do Maranhão no passado pouco distante e também se comemora os 178 anos da Assembleia”, considerou.
A sessão foi aberta pelo professor de história, Antonio Barbosa, consultor do Senado. Ele fez um recorte na história do parlamento brasileiro desde a Independência do país prestes a completar dois séculos.
A devolução dos cargos dos deputados cassados pelo Golpe de 64 foi inspirada em atos do Congresso Nacional Brasileiro. Para o deputado estadual Arnaldo Melo, presidente da Mesa Diretora do Legislativo estadual, a tarde desta segunda-feira foi marcada pela emoção.
O ex-deputado estadual Sálvio Dino, um dos três que tiveram o mandato devolvido, exaltou a medida do presidente da Assembleia Legislativa. “Esse é um gesto histórico. Engrandece não somente o Poder Legislativo do Maranhão, mas também o Legislativo Brasileiro. O deputado Arnaldo Melo está repetindo o que o Congresso Nacional fez: devolver aos deputados cassados seus mandatos reintegrados. Isso é um exemplo para os deputados jovens desta Casa. Está de parabéns a classe política maranhense”, comemorou Sálvio Dino.
Da cerimônia também participaram o vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha; o secretário de comunicação, Márcio Jerry e o presidente da Embratur, Flávio Dino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário