REFAZ 2017

REFAZ 2017

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

“Se dependesse de mim, ele estaria vivo até agora”, diz viúva do “Rei do Morango”

Élcio Donizete Spinassi foi morto em 2010 e sua mulher é a principal suspeita do crime

Do Domingo Espetacular
Reprodução/Rede Record  Perícia colocou em dúvida a versão de Samara sobre o tiro que acertou Élcio
 
 
Samara Soares Costa, viúva de Élcio Donizete Spinassi, conhecido como “Rei do Morango” foi indiciada, na última segunda-feira (4), como a autora do disparo que o matou seu marido em 3 de março de 2010, em Jarinu, interior de São Paulo. No entanto, Samara, que aguarda o julgamento em liberdade, afirma que não é a assassina de Élcio.
— Se dependesse de mim, ele estaria vivo até agora. [...] Eu não fiz isso com ele. Eu não tenho por que ter feito isso com ele. Vivia muito bem com ele. Tudo que eu queria ele me dava. Tudo. Absolutamente tudo.
A polícia chegou a pedir a prisão temporária e a preventiva de Samara, mas foram negadas pela Justiça. Ela teve o passaporte apreendido pela polícia e está proibida de deixar Jarinu. Para o delegado Marcelo Fehr, que investiga o caso, Samara é uma pessoa muito fria e premeditou o crime. Ela foi denunciada por três delitos: homicídio duplamente qualificado, denunciação caluniosa e fraude processual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário