Limpeza

Limpeza

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Facebook se movimenta para entrar no mercado de smartphones

 
Facebook se movimenta para entrar no mercado de smartphones 
Foto: BRIAN SNYDER/REUTERS

Primeiro aparelho da empresa de Zuckerberg já teria até nome. Mas “Buffy” estaria chegando tarde demais?

23 de Novembro de 2011 às 10:59
Lucas Reginato_247 – Especialistas em tecnologia já discutem a possibilidade há algum tempo: quando o Facebook vai entrar para valer no mercado de smartphones? A resposta deve ser respondida em breve. Isto porque a empresa de Zuckerberg estaria desenvolvendo seu próprio aparelho – que já tem até nome: “Buffy” – em parceria com a tailandesa HTC.
Algumas informações sobre a novidade já vazaram na internet. O celular seria baseado numa versão modificada do Android, a fim de permitir uma profunda integração com a própria rede social. Suportaria ainda a atualizada linguagem HTML5 – como faz o recém-anunciado smartphone do Google –, além de fornecer o sistema de aplicativos. O aparelho estaria chegando ao mercado entre 12 e 18 meses.
Hoje, são 350 milhões de usuários de smartphones que têm em seus aparelhos o aplicativo do Facebook. Mas, mesmo sendo um dos mais populares – presente em quase todos os gadgets – é apenas um aplicativo. Um sistema completo é algo muito mais complexo e autônomo. Para concretizar o ambicioso projeto, Zuckerberg reuniu uma equipe de peso: Joe Hewitt, fundador do navegador Firefox, e Matt Papakipos, criador do navegador Google Chrome, estariam entre os desenvolvedores, o que chegou a causar um mal estar entre os empregados mais antigos da companhia.
Já a parceira responsável pelo hardware, a HTC, foi escolhida após cogitação da sul-coreana Samsung. As condições da companhia tailandesa, no entanto, teriam sido mais atraentes. Agora, a grande questão seria: será que ainda dá tempo de o Facebook competir no mercado de smartphones?
A previsão é que, em 2013, quando Buffy deve ser lançado, Apple e Google já estejam com sistemas completamente consolidados e avançando em velocidade constante. Além disso, a disputa pela liderança no mercado incentiva melhorias de ambas as partes. Hoje, o maior número de aparelhos vendidos utiliza o sistema Android.
O Facebook, por outro lado, causaria inevitavelmente grande impacto nesse cenário. É inegável o poder e a infiltração que a marca tem, mesmo ocupando um espaço diferente de seus concorrentes atualmente. A cada dia, a disputa entre as três empresas – Facebook, Apple e Google – ganha novos ingredientes. Em 2011, por exemplo, o lançamento da rede social Google+ desafiou uma liderança absoluta e cada vez mais tranquila do concorrente. Novas ferramentas têm sido desenvolvidas, novas possibilidades têm sido descobertas. Nessa disputa, quem está ganhando, na verdade, é o consumidor, que tem sido constantemente surpreendido com as inovações trazidas pelos habitantes do Vale do Silício.

Brasil 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário