Limpeza

Limpeza

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Robert Lobato criticou Roberto Costa

Roberto Costa encaminha ‘CPI eleições 2012′


A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) proposta para investigar a movimentação do dinheiro proveniente do convênio no valor de R$ 73,5 milhões assinado entre o governo Jackson Lago e a prefeitura de São Luis não pode ser levada a serio, pois está evidente o caráter eleitoreiro da proposição.
O objetivo central da CPI idealizada pelo presidente municipal do PMDB, deputado Roberto Costa, é transformá-la em palanque como se quisesse antecipar o horário eleitoral de 2012.
A Assembleia Legislativa não tem tradição de em instalar uma CPI que efetivamente consiga produzir algo de resultado para o interesse público. Talvez a última CPI que deu em alguma cosia tenha sido a CPI que investigou o crime organizado no Maranhão, em meados dos anos 90. De lá prá nada!
Em verdade, o parlamento perdeu uma grande oportunidade de criar uma CPI pra valer, como foi o caso da tentativa de apurar o caos do sistema carcerário maranhense, logo após a maior rebelião de presidiários do Maranhão quando 18 detentos foram chacinados no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em 2010. Isso para citar só este exemplo.
CPI’s são importantes, um valioso instituto que o parlamento tem para apurar questões de interesse da coletividade, mas não pode ser banalizada ao sabor das conveniências políticas e principalmente eleitorais, pois correm o risco de ao invés de valorizar o Poder Legislativo colocá-lo numa situação vexatória do ponto de vista do povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário